Alan Nugget leva cinturão no Bitetti Combat 15

Foto: Reprodução/Facebook.

A décima quinta edição do Bitetti Combat, um dos eventos mais tradicionais do MMA brasileiro, aconteceu na noite do último sábado (11), no Clube Hebraica, em Laranjeiras, no Rio, com Alan Nugget conquistando o cinturão da categoria até 70kg ao vencer Claudieres Freitas em decisão dividida dos árbitros.

O evento foi um sucesso de público, mais mais de duas mil pessoas acompanhando as 13 lutas da noite. Com a abertura dos portões as 19h30, os combates começaram no card preliminar, que começou a levantar o público com lutas animadas.

Porém, foi no card principal que o público teve o ponto alto da noite. Iniciando as lutas principais, Fernando dos Santos enfrentou Kel Fúria, que tinha sido derrotado na edição anterior o evento, na categoria até 70kg. A luta começou com os lutadores se estudando e Kel foi punido com a perda de um ponto ao segurar na grade. No terceiro round, já exaustos, os lutadores tentaram o nocaute em uma sequência de trocação entre eles, mas a decisão ficou por conta dos juízes. Por unanimidade, Fernando dos Santos levou a melhor sobre Kel.

Na segunda luta do card principal, André Minhoca, lutador com a maior torcida da noite no Hebraica, enfrentou João Ferreira Van Damme Paraná na categoria até 61kg. Desde o início Minhoca dominou a luta e por duas oportunidades quase conseguiu a finalização com guilhotinas, mas Van Damme conseguia a esgrima. Mas, no segundo round Minhoca conseguiu uma linda chave de braço e finalizou Van Damme.

A terceira luta do card principal foi também considerada a melhor da noite. Alex Cowboy, que entrou ao som de Gusttavo Lima e dançando sertanejo, nocauteou Jone Garcia no segundo round pela categoria até 77kg. Após uma linda sequência com vários golpes, Alex acertou um gancho no queixo de Garcia, que foi ao chão. Vitória de Alex Cowboy.

Em boa luta que levantou o público, Rivaldo Jr e Cyberlan Porco Loco, fizeram um duelo sem favoritos na categoria até 66kg. Com Rivaldo tentando levar a luta para o chão o tempo todo, restava a Porco Loco tentar se manter de pé e a trocação. Com a luta aberta até o final, Rivaldo Jr venceu por decisão dividida dos juízes.

Baixe grátis o aplicativo do MMA Space para iPhone ou Android

Na principal luta da noite, Claudiere Freitas, que venceu Andrezinho Nogueira no grande combate da última edição do Bitetti, enfrentou Alan Nugget na categoria até 70kg e valendo o cinturão. A luta iniciou com os lutadores se estudando e levando o combate para o chão. No fim do primeiro round, ao soar o gongo, Alan Nugget dava uma chave de tornozeilo em Claudiere, que não levantou. A equipe do lutador, que ficou no chão, entrou no octógono reclamando com o juiz da luta, Osiris Maia, que não aceitou os questionamentos que o golpe teria sido dado após o soar do gongo e aplicou o cartão amarelo em Claudiere. O lutador conseguiu levantar e voltou para o segundo round. Mas, até o fim da luta, os lutadores priorizaram a luta no solo. No fim, com o resultado aberto, Alan Nugget levou a melhor e venceu por decisão dividida e levou o cinturão para casa.

Resultados:

Card principal:

  • Até 70kg – Alan Nugget venceu por decisão dividida Claudiere Freitas (valeu cinturão)
  • Até 66kg – Rivaldo Jr venceu por decisão dividida Cyberlan Porco Loco
  • Até 77kg – Alex Cowboy venceu por nocaute Jone Garcia
  • Até 61kg – André Minhoca venceu por finalização João Ferreira Van Damme
  • Até 70kg – Fernando dos Santos venceu por decisão unânime Kel Fúria

Card Preliminar:

  • Até 77kg – Kenedy Silva venceu por finalização Bruno Higashi
  • Até 66kg – Ricardo Lima venceu por decisão unânime Reinaldo Tavares
  • Até 59kg – Tiago Grillo venceu por finalização Isaac Pimentel
  • Até 70kg – Cristiano Ferrugem venceu por finalização Paulo Roberto Aquiles
  • Até 61kg – Luis Carlos Mikimba venceu por decisão unânime Denison Silva
  • Até 66kg – Daniel Ortega venceu por decisão unânime Thiago Ximarú
  • Até 84kg – Tiago Monaco venceu por finalização Alex Junius Marmaduqui
  • Até 77kg – Calrston Harris Moçambique venceu por decisão unânime Cleiton Prisco.

Por Assessoria de Imprensa
Foto: Reprodução/Facebook.