Anderson Silva deve ser julgado pela USADA em fevereiro

Foto: Getty Images

Anderson Silva está suspenso preventivamente por testar positivo em exame antidoping da USADA desde novembro do ano passado, quando foi retirado da luta diante do norte americano Kelvin Gastelum, mas parece que o brasileiro ex-campeão dos médios não se acha culpado da reincidência para o uso de substâncias proibidas pela USADA e WADA.

Em entrevista ao website norte americano “TMZ”, o ‘Spider’ afirmou inocência e disse que espera estar livre em pouco tempo para retornar ao octógono mais famoso do mundo, mesmo não tendo ciência do porquê foi pego, já que até o momento a substância usada não foi revelada.

“Talvez no próximo mês (seja julgado), meus médicos e advogados estão colaborando. Estou bastante animado, esperando o veredicto. Tomara (que seja absolvido). Nunca usei nada, nenhum esteroide, em toda a minha vida. Falo isso porque meu corpo nunca mudou. O problema é que, de vez em quando, você usa suplementos diferentes e isso acontece. Estou muito confiante. Lutar é minha vida e quero voltar logo. Na primeira vez, tentei responder sobre tudo e meu advogado falhou. Tentei explicar e nada deu certo”, afirmou.

Por Dario Ferrari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *