Anderson Silva é o lutador do UFC mais testado pela USADA

Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Photo by Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC via Getty Images

Anderson Silva lutou apenas duas vezes em 2016, mas não fugiu dos testes da USADA (Agência Antidoping do Estados Unidos), responsável pelo controle antidoping do UFC. De acordo com as informações do site do órgão, o brasileiro foi o lutador que mais se submeteu aos exames no ano, atingindo a marca de 15 testes.

A ex-campeã Miesha Tate aparece em segundo lugar, com 12 testes. Em terceiro, vem os lutadores os campeões Tyron Woodley e Eddie Alvarez e o lutador Johny Hendricks, com 11 exames cada. O campeão Dominick Cruz, Cain Velásquez, Stephen Thompson, Nate Marquardt e Dan Henderson dividem a quarta posição, com 10 testes.

Anderson Silva tem 41 anos um cartel profissional de 33 vitórias, oito derrotas e uma luta sem resultado. Em janeiro de 2015, o ex-campeão chegou a vencer Nick Diaz no UFC 183, mas a luta foi anulada depois que ambos os lutadores testaram positivo em exames antidoping.

O último duelo de Spider foi contra o campeão dos meio-pesados Daniel Cormier no UFC 200, em julho. Na ocasião, o brasileiro aceitou substituir Jon Jones nas vésperas do evento e perdeu para o americano por decisão unânime dos juízes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *