Em etapa organizada pela FBJJ, Brasília se torna a capital do jiu-jítsu

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O Planalto Central se transformou na capital do jiu-jítsu no último fim de semana. A cidade de Brasília (DF) sediou no domingo (17) o Brasília International Pro Jiu-Jitsu Championship, campeonato organizado pela Federação Brasileira de Jiu-Jitsu (FBJJ) e reuniu mais de 500 atletas no Ginásio do Cruzeiro. Com muita vibração, o público, que lotou as arquibancadas do local, deu um verdadeiro show ao incentivar os competidores.

Os principais destaques do torneio ficaram por conta dos campeões na categoria absoluto adulto nas faixa-preta masculino e feminino, Denis Nascimento (Five Rounds) e Nielma Santos (Five Rounds), e faixa-marrom masculino, Matheus Xavier (Checkmat).

Eles ganharam passagens aéreas para disputar a etapa de Londres (ING) do Abu Dhabi Grand Slam Jiu-jítsu World Tour 2017-2018, em março do próximo ano. Os demais campeões do absoluto receberam viagens para competir no UAEJJF Grand Slam, no Rio de Janeiro (RJ), em novembro.

Na disputa por equipes, a grande campeã foi a Ribeiro Jiu-Jitsu, com 2610 pontos (20 ouros, 22 pratas e 8 bronzes). Completaram o pódio a Gracie Barra, com 1975 pontos (13 ouros, 16 pratas e 13 bronzes), e a Nova União, com 835 pontos (6 ouros, 7 pratas e 3 bronzes).

Ex-secretário de esportes do Distrito Federal e um dos maiores incentivadores das artes marciais na região, o deputado distrital Julio Cesar (PRB/DF) fez grandes elogios a FBJJ e ao campeonato.

“O evento foi um sucesso. Tivemos um número grande de atletas competindo, com o ginásio totalmente lotado. Foi mais uma prova que Brasília é um celeiro das artes marciais, principalmente no jiu-jítsu. A Federação Brasileira de Jiu-jítsu está de parabéns pela organização do torneio, porque é um evento que fomenta ainda mais a prática do esporte em nossa cidade. A repercussão foi ótima, realmente fiquei muito feliz com resultado”, disse o deputado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *