Henderson cogita negociar trilogia com Bisping

Duelo entre Henderson e Boetsch durou 28 segundos

Foto: Dave Mandel/Sherdog

Depois de quase duas semanas que anunciou a aposentadoria, Dan Henderson já cogita a possibilidade de voltar ao octógono. Irritado com o resultado da luta contra Michael Bisping no UFC 204, Hendo pensa em fechar a trilogia contra o inglês.

Em entrevista ao site “Champions.co”, o lutador afirmou que poderia negociar outra luta contra o campeão dos médios, desde que lhe fosse oferecido um bom salário:

“Se essa luta tivesse acontecido no ano passado, e eu não tivesse anunciado que seria a minha última, os fãs exigiriam uma trilogia. Estou muito bravo agora, e pelo dinheiro certo, eu garanto que sentaria para conversar sobre uma luta de desempate. Mas não acredito que ele aceite um convite para apanhar mais uma vez. Por outro lado, estou satisfeito pelo que fiz e por saber, pelo menos no meu coração, que eu ganhei aquela luta. O tema da luta era vingança, mas Michael Bisping não teve a sua. Pelo contrário, ele ficou todo arrebentado, e caiu pela segunda vez com o m esmo soco que ele queria desesperadamente evitar. Eu disse uma vez e vou dizer de novo: ninguém consegue mudar a história.”

Se na cabeça de Hendo ainda existiam dúvidas sobre o resultado injusto da luta contra Michael Bisping, agora não existe mais. Mais uma vez, o americano reclamou da decisão dos juízes:

“Ainda não me conformei com a pontuação dos juízes para a minha luta contra Michael Bisping. Finalmente assisti ao vídeo, e tenho que admitir que estou muito p*** com o que vi. Eu ia dizer que estava  frustrado, mas essa palavra não abrange todos os sentimentos que tenho dentro de mim. Ele não estava fazendo nada comigo. Bisping lançou golpes que não me feriram. Na verdade, muito mal me atingiram, enquanto todos os golpes que eu apliquei tinham a intenção de feri-lo, e obviamente foi isso o que aconteceu. Essa foi a diferença entre os nossos golpes significativos. A interpretação da estatística precisa ser feita corretamente, já que ele não lançou tantos golpes significativos assim. Bisping não me feriu uma única vez, e não fez nada a não ser um chute nas partes baixas, depois do qual tentou capitalizar quando o árbitro não me concedeu o tempo de recuperação.”

Na opinião de Dan Henderson, a aparência de Bisping após a luta mostra quem deveria ter saído como vencedor do duelo:

“Tenho certeza que venci os rounds 1, 2 e 5. Acertei tantos golpes quanto ele, ou mais, e ainda o derrubei no quinto round. No começo do último round, eu sentia que, na pior das hipóteses, estávamos empatados, e eu não queria isso. Eu queria vencer, por isso fui para cima e o golpeei bastante. Foi assim que me senti naquela noite, e agora, após rever a luta, ainda mais. Não sei que luta as pessoas viram. Em qualquer luta, seja no quintal, numa arena profissional ou em um bar, e um dos lutadores saia com a aparência que Michael saiu, como um cara que foi espancado, ele provavelmente apanhou mesmo, e seria declarado o derrotado naquela luta.”

Dan Henderson desafiou o título de Michael Bisping na luta principal do UFC 204, dia 08 de outubro, em Manschester. Na ocasião, o inglês venceu Hendo por decisão unânime dos juízes e o americano se aposentou sem chegar no topo do Ultimate.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *