José Aldo defendendo McGregor?

José Aldo Jr. perdeu quase 10 anos de invencibilidade para um adversário jovem e obstinado a ser gigante em poucos segundos na luta mais frustrante de sua vida levando Conor McGregor a conquistar o primeiro de seus cinturões no UFC.

Após um quente trash talking na promoção da luta, McGregor entrou na cabeça de Aldo e fez o necessário para vencê-lo e frustrar uma torcida a qual havia falado efêmeros absurdos para promover o UFC 194.

Agora, após muita água rolar na carreira de ambos, Conor se coloca em outro patamar, como uma estrela mundial quase que inatingível por sua capacidade de promover lutas e mobilizar fãs. Porém, ainda sendo um lutador, tem em seus companheiros de treinos a base de sua essência no cotidiano. Assim, no último Bellator polemizou ou invadir o cage pra comemorar com seu amigo, caindo junto com de ao chão. O árbitro central , com que já havia tido desentendimentos no passado não gostou e repreendeu-o como você viu no vídeo que postamos sobre o episódio. Nesse momento, Conor perdeu a cabeça e empurrou o mesmo, generalizando a confusão.

Deixando de lado a rivalidade que houve um dia, Aldo saiu em defesa do antigo adversário, vendo a situação com certa naturalidade em media day realizado na Nova União, reportado pelo americano MMA Fighting:

“Eu não vi, mas ouvi dizerem o que aconteceu. Eu acho que é normal, ele é um cara emocional. Quando um irlandês está lutando, todos os irlandeses o abraçam. Eu não o condeno. Ele não quis fazer isso por atenção, ele já fez isso antes. Quando eu visitei o The Ultimate Fighter na temporada em que ele era o treinador, um atleta do time dele venceu a luta e ele invadiu o octógono, até rasgou suas calças. Ele é muito emocional e eu não o condeno. Quantas vezes eu já invadi o cage do Shooto quando algum amigo meu estava lutando? Eu sempre vou. O árbitro fala comigo, mas eu vou assim mesmo. Eu acho que é o calor do momento, mas há coisas mais importantes que esse tipo de regra.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *