Michael Bisping faz piada com derrota no UFC 217

Foto: Reprodução/MMAWeekly

Foto: Reprodução/MMAWeekly

Mesmo invicto por dois anos, Michael Bisping mostrou bom humor e ainda fez piada com sua derrota para St. Pierre. Após o término do evento, Bisping foi para a coletiva de imprensa, descontraído, ainda falou que seus planos para o futuro eram ir para o bar e “afogar” as mágoas.

Mesmo perdendo o cinturão da categoria peso-médio, Michael mostrou saber lidar com a derrota, ao contrário de outros ex-campeões que perderam seus títulos no UFC 217. Ao ser perguntado sobre sua próxima luta, Bisping respondeu dizendo que não está pensando nisso no momento:

“A minha maior preocupação nesse momento é chegar no bar antes que ele feche. De verdade! Não estou pensando na minha próxima luta, estou pensando no bar. Quando você ganha, você comemora. As pessoas perguntam: ‘Vocês bebem depois?’. Bom, é claro que sim, quando ganhamos, nós comemoramos. E se você perde, bom, se você perde você precisa afogar as mágoas. E então ficamos realmente f…”

O atleta também comentou sobre o tamanho de St. Pierre, que lutava na divisão meio-médio, dizendo estar surpreendido pelo tamanho de GSP, além de elogiá-lo, o chamando de concentrado e profissional.

“Ele parece um peso-médio sim, ele estava enorme. Ele é um desses tipos de caras que é concentrado e profissional. Então, ele com certeza pareceu um meio-médio enquanto estava com os seus braços em volta do meu pescoço”

Há pouco tempo atrás, Bisping tinha feito planos para se aposentar no UFC 217, porém garantiu que essa não será a última vez que irão vê-lo no octógono:

“Eu não preciso de um descanso, eu estou ótimo. Eu não me machuquei seriamente, é claro que tenho alguns arranhões no rosto, mas isso não é nada demais. Hoje foi a noite dele, talvez em março, em Londres, seja legal. Mas vamos ver, vamos ver o que vai acontecer.

Espero ter algumas coisas no próximo ano, se eu estiver livre, por que não? Muita gente me falou que eu estava ótimo. Ah, claro, eu só fui finalizado na televisão. Não é um prêmio de consolação muito bom, não quero que a minha última vez no octógono seja ficando inconsciente em um mata-leão, então eu vou voltar em algum momento. Não sei se eu serei a atração principal, quer dizer, eu acabei de ser estrangulado. Vamos ver, eu amo fazer o que eu faço. Venho de uma cidade pequena na Inglaterra e nunca pensei ser a atração principal em um evento numerado no Madison Square Garden, então eu ficaria deprimido se a minha última vez seja comigo inconsciente na televisão. Não foi a minha noite, mas é assim em esportes profissionais. Um homem ou um time ganha e um homem ou um time perde” finalizou o atleta.

Michael Bisping já derrotou brasileiros como Anderson Silva e Thales Leites e bateu o recorde do maior número de vitórias no Ultimate.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *