UFC confirma três eventos em solos brasileiros no próximo ano

Foto: Jason Silva-USA TODAY Sports

Foto: Jason Silva-USA TODAY Sports

O calendário de eventos de 2017 do UFC já está sendo planejado. Em conversa com o site “Combate”, o vice-presidente sênior internacional da organização, Joe Carr, revelou que acontecerá três eventos em solos brasileiros no próximo ano.

“Do ponto de vista dos fãs, 2017 será muito parecido com os últimos dois anos. Teremos três eventos, sendo um numerado e dois Fight Nights. Vamos tentar tornar os eventos brasileiros maiores para o mercado brasileiro. O UFC 198, em Curitiba, foi um evento gigantesco. O de São Paulo não foi tão grande quanto aquele, mas é muito difícil conseguir casar lutas como aquelas. Gostaríamos de ter tido Cigano e Shogun neste evento, mas eles estavam lesionados e não poderiam lutar. Nosso foco é dar o que os fãs desejam.”

Carr também contou que as cidades Rio de Janeiro e São Paulo são as mais cotadas para receber os eventos:

“Não sabemos ainda onde o evento de março acontecerá no Brasil. Há algumas cidades interessadas. Olhando como um todo, imagino o evento numerado no Rio de Janeiro ou em São Paulo, que são os dois maiores mercados do país. Este ano não fomos ao Rio porque tivemos o evento numerado em Curitiba, mas a ideia é que o terceiro evento aconteça em outro estado do Brasil. Não vamos ao Nordeste há algum tempo, e estamos de olho em algumas cidades por lá. Também pensamos no Sul. Cidades como Porto Alegre, Fortaleza, Curitiba são as que têm mais chances. Manaus não está nos planos por enquanto, o que é uma pena. Precisaremos de mais tempo para ir até lá. Seria uma operação muito cara, mas algum dia acredito que faremos um evento lá, porque conversamos com algumas pessoas na cidade e o governo se mostrou interessado. Vamos ver.”

Após reconhecer que o UFC 198, realizado na Arena da Baixada, em Curitiba, foi um dos melhores da história do Ultimate, o vice-presidente afirmou que a organização não pretende fazer outro evento em estádio de futebol no Brasil em 2017:

“Não temos planos para eventos em estádios de futebol em 2017, mas estamos sempre em busca de oportunidades para que isso aconteça. O UFC 198, em Curitiba, foi muito caro para nós, mas achamos que era a coisa certa a se fazer. Foi um dos melhores eventos da história do UFC em todo o mundo, mas é muito difícil de se fazer. Não dá para fazer um daqueles todo ano.”

Para finalizar, Joe Carr conta qual é o card dos seus sonhos para o Brasil:

“Minha opinião pessoal? Não sei quem seriam os cinco principais, mas eu adoraria ver a revanche entre Anderson Silva e Vitor Belfort. Seria incrível para o UFC se eles quisessem fazer essa luta. No meu sonho, eu acho que esta seria a luta principal, e eu gostaria de ver mais algumas disputas de cinturão, como José Aldo voltando e lutando novamente pelo cinturão no Brasil contra Conor McGregor no peso-pena, ou contra o vencedor de Anthony Pettis e Max Holloway. Adoraríamos tê-lo de volta aqui. Há muitas opções de lutas a se fazer no Brasil. Estamos animados com o próximo ano. E ainda há lutadores que não se apresentam há algum tempo, como Cigano e Shogun. Esse ano tivemos um evento imenso em Curitiba, e depois as coisas ficaram um pouco calmas no Brasil, mas 2017 será um grande ano para nós.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *