Wagnão Gomes aposta em pouco ‘gás’ de Borrachinha e diz que irá finalizar adversário

Wagnão Gomes

O Face to Face 11, que é patrocinado pela YIP Telecom e será realizado no dia 24 de abril, no Centro de Eventos Ribalta, na Barra da Tijuca (RJ), vai receber nove lutas eletrizantes, entre elas a disputa do cinturão dos médios (84kg). Paulo Borrachinha e Wagner “Wagnão” Gomes serão os postulantes à conquista do título, que hoje encontra-se vago. Os dois lutadores coincidentemente participaram da terceira edição do reality show The Ultimate Fighter Brasil 3 e são oriundos de Belo Horizonte (MG).

Apesar de saber que suas características são conhecidas pelo oponente, Wagnão garante não fugir das raízes da luta agarrada e diz sentir saudades de finalizar seus adversários – sua última vitória por submissão aconteceu em outubro de 2013.

“A estratégia para esse combate é voltar a vencer. Não quero dar show, quero reencontrar o caminho da vitória. O Borrachinha é um lutador que sente bastante o gás, então é deixar ele explodir no primeiro round e no segundo praticar meu jogo de chão. Ele me conhece, sabe que sou da arte suave. Estou com saudades de finalizar e não vou esconder que vou fazer esse tipo de luta para vencer o Borrachinha”, afirmou.

Após um início de carreira promissor com três vitórias seguidas, o lutador conseguiu uma chance no reality show The Ultimate Fighter Brasil 3 e ingressou posteriormente no UFC. Mesmo não tendo se firmado na maior organização de MMA do planeta, ele quer agarrar a chance dada pelo Face to Face e voltar a ter seu nome ventilado internacionalmente.

“Entrei no TUF com praticamente três anos de carreira no MMA, nesse período fiz uma luta por ano. Nessa época tinha uma vida muito corrida, mas consegui vencer as três primeiras lutas. Logo depois dessas batalhas, consegui ingressar no reality show, no programa cheguei até a semifinal. Com a performance, obtive a chance de lutar duas vezes no UFC. O sonho se realizava, mas o pesadelo veio com duas derrotas em duas lutas. Infelizmente as coisas não aconteceram como imaginei. Agora tenho a chance e a honra de disputar o título no Face to Face, que estou me dedicando para sair campeão”, disse.

Sem tirar o UFC da cabeça e ainda pensando em voltar ao cenário internacional, o lutador vem se especializando no wrestling para se tornar mais forte. Com um cartel de três vitórias e duas derrotas, Wagnão confia em seus treinamentos na American Top Team para fazer bonito em um dos maiores eventos de Mixed Martial Arts do Brasil.

“Venho fazendo meus treinamentos na ATT, o Thiago Marreta vem me ajudando a melhorar meus fundamentos e assim eu vou buscar a minha raiz. Nessas lutas que perdi quis trocar com o meu adversário e infelizmente acabei saindo derrotado. O meu treinador me aconselhou a treinar intensivamente o wrestling para conseguir derrubar o meu adversário e assim levá-lo para o meu jogo. Quem sabe essa vitória não me coloque nos rumos do UFC novamente. Não desisti do meu sonho, apenas acho que ele foi interrompido para eu voltar melhor”, contou.

O Face to Face 11 não terá venda de ingressos, o evento será exclusivo para convidados. Porém, os amantes do MMA nacional poderão acompanhar todas as lutas do card, com exclusividade e ao vivo, pelo Canal Combate.

Face to Face 11
Centro de Eventos Ribalta, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro (RJ)
24 de abril de 2015
Card completo

Disputas de cinturão

Paulo Borrachinha (Borracha Team/Champion Team Rubens Dórea) x Wagnão Gomes (TFT) – 84kg (cinturão dos médios)
Paulo Bananada (XGYM) x Herdeson Capoeira (Team Nogueira) – 70kg (cinturão dos leves)
Luis “Betão” Nogueira (RFT) x Hubaldo Tigrinho (Nova União) – 61kg (cinturão dos galos)

Card principal

Bira Lima (XGYM) x Luiz Carlos “Ninja” (Cascadura Team) – 120kg (peso-pesado)
Gustavo “Gugu” Dutra (RFT) x Adriano Capitulino (Rio Figthers) – 77kg (peso meio-médio)
Gregory Robocop (XGYM) x Renato Rangel “King” (Delfim/Nova União) – 84kg (peso médio)
Iago Lopes (Rizzo RVT) x Reyzinho Duarte (ATT/Rio Fighters) – 57 kg (peso mosca)
Talita de Oliveira (PRVT) x Juliana velasquez (Team Nogueira) – 61kg (peso galo)
Diogo Pimenta Christello (Team Moraes) x Alan Gomes (Team Nogueira) – 57kg (peso mosca)

(Foto: Divulgação)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *