XForce MMA consolida-se como melhor evento da Região dos Lagos

Foto: Renato Nogueira/MMA4Ever

Foto: Renato Nogueira/MMA4Ever

A cidade de Macaé, zona petrolífera do Rio de Janeiro e Norte Fluminense, recebeu na noite do último sábado, 17, a quarta edição do XForce. O evento de MMA foi realizado no Centro de Convenções da cidade.

A edição contou com nove combates, entre os mais esperados, as revanches entre os macaenses Max Alves (Nova União) e Gabriel Oliveira (RTT) no main event e no co-main event, Alberto Pantoja (Arena Champs/Nova União) e Patrique Tavares (IFP/Team Tavares).

No evento principal, em uma luta parelha e equilibrada, Gabriel Oliveira levou a melhor sobre Max Alves, sagrando-se campeão e mantendo o cinturão dos penas do XForce.

Na disputa pelo cinturão até 61Kg, Alberto Pantoja superou Patrique Tavares, vencendo o atleta por nocaute técnico (socos) e se tornando o novo campeão da categoria. Após o embate, Pantoja desafiou Lincoln de Sá, atual detentor do cinturão até 57kg para unificarem seus cinturões.

Na melhor luta da noite, o duelo feminino entre Priscila Cachoeira e Amanda Torres levantou a platéia presente e em uma luta extremamente técnica e bastante agressiva, Priscila levou a melhor por decisão dos juízes.

Nesta edição, o XForce trouxe prêmios de melhor finalização, melhor nocaute e melhor luta, sendo agraciados respectivamente os atletas Pedro Rocha que venceu com o famoso triângulo de mão, Paulo Renato que venceu seu combate por nocaute, sendo também o combate mais rápido e as guerreiras Priscila Cachoeira e Amanda Torres no melhor combate do evento.

Confira os resultados do XForce MMA 4
Gabriel Oliveira venceu Max Alves por decisão unânime (Árbitro: Adão Januário) – disputa de cinturão
Alberto Pantoja venceu Patrique Tavares por nocaute técnico (socos) aos 00:14 do 3o. round (Árbitro: Lenilson Tenório) – disputa de cinturão
Marcelino Cavalcante venceu Leandro Sete Bala por decisão dividida (Árbitro: Adão Januário)
Priscila Cachoeira venceu Amanda Torres por decisão unânime (Árbitro: Lenilson Tenório)
Bruno Cardoso venceu Rafael Toledo por nocaute técnico (socos) aos 4:20 do 1o. round (Árbitro: Adão Januário)
Pedro Rocha PQD venceu Ramon Dekker por finalização (triângulo de mão) aos 1:42 do 1o. round (Árbitro: Matheus Saramago)
Mário Carvalho venceu Thiago Pitbull por finalização (mata-leão) aos 3:25 do 2o. round (Árbitro: Lenilson Tenório)
Ítalo Gomes Venceu João Francês por finalização (armlock) aos 2:30 do 1o. round (Árbitro: Adão Januário)
Paulo Renato Júnior venceu Rafael Hernandes por nocaute técnico(socos) aos 1:33 1o. round (Árbitro: Lenilson Tenório)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *